12 termos de marketing digital indispensáveis para você entender mais sobre esse assunto

12 termos de marketing digital indispensáveis para você entender mais sobre esse assunto

Por: Larissa Poma

Você tem lido nossos artigos, mas ainda tropeça em conceitos e palavras como lead, persona, marketing de conteúdo e muitos outros?

São tantos termos que fica fácil confundir inbound com outbound, marketing digital com marketing de conteúdo, e por aí vai. Mas como estamos aqui para facilitar e não para complicar, resolvemos listar 12 termos de marketing digital que você precisa conhecer para devorar nossas publicações e implementar estratégias que tragam resultados para o seu negócio.

Mesmo que pareça um pouco óbvio, vamos começar explicando o que é marketing digital.

1. Marketing Digital
Se o marketing é um conjunto de estratégias pensadas para adicionar valor a um produto ou marca com o objetivo de gerar resultados para empresas, marcas e pessoas, o marketing digital é tudo isso aplicado ao ambiente on-line.
Considerando que grande parte da população se relaciona com pessoas, marcas, produtos e serviços por meio da Internet, não demorou para que o marketing digital se tornasse popular.
Ao contrário do marketing tradicional, as estratégias de marketing digital podem ser empregadas por todos os tipos de empresas e profissionais, visto que sua implementação não depende de investimentos muito elevados.
Este é um caminho sem volta: o marketing digital veio para ficar e hoje faz parte do dia a dia de pequenas, médias e grandes empresas de todos os segmentos.

2. Marketing de Conteúdo
Marketing de conteúdo é uma das mais importantes estratégias de marketing digital. Baseia-se na construção de um relacionamento sólido com o público e, por isso, exige disciplina, organização e dedicação.
Uma das formas de estabelecer esse tipo de relacionamento é fornecendo conteúdo útil e relevante para sua audiência. É o que buscamos fazer com nosso blog: levar informações que ajudem nosso público a conseguir melhores resultados para os seus negócios.
Esta estratégia tem sido muito usada para atrair visitantes, mostrar autoridade sobre determinado assunto e fazer com que seu blog ou site seja sempre procurado como referência em sua área de atuação.

3. SEO – Search Engine Optimization
Em bom português, SEO é a otimização para mecanismos de buscas e pode ser entendido como um conjunto de práticas e técnicas que tem como objetivo melhorar o posicionamento de um site em buscadores como o Google.
Como a maior parte das pessoas que fazem buscas no Google clicam apenas nos resultados exibidos na primeira página, é fundamental usar estratégias de SEO já na elaboração do seu site. Em outras palavras, você deve “convencer” o Google que seu portal merece aparecer na primeira página de resultados de pesquisa. Afinal, esta é a fonte de tráfego mais frequente para qualquer site.

4. Tráfego Orgânico
Ao utilizar corretamente as técnicas de SEO, você aumenta as chances de conseguir mais visitantes para o seu site. O tráfego orgânico é o fluxo de pessoas que são direcionadas à sua página através de uma busca no Google.
Este tipo de tráfego é chamado de orgânico porque os visitantes chegam ao seu site sem que você precise pagar por isso. Além das pesquisas no Google, também se considera tráfego orgânico quando alguém é direcionado à sua página ao clicar em um link compartilhado por um amigo nas redes sociais.

5. Lead
Entre os inúmeros visitantes do seu site, os mais importantes são os leads: pessoas que demonstram interesse por seus produtos ou serviços, fornecendo informações valiosas como nome, telefone e e-mail. Resumindo: leads são potenciais clientes que devem ser trabalhados com muita dedicação.
É para eles que você vai produzir conteúdo de qualidade, enviar e-mails marketing, entre outras ações que visem construir um relacionamento capaz de gerar bons negócios.

6. Funil de vendas
O funil de vendas é uma técnica usada para saber quais etapas ainda devem ser percorridas até que um lead se transforme em cliente. Na boca do funil, estão todos os visitantes do seu site, atraídos por meio de buscas no Google, campanhas, vídeos, compartilhamentos de links etc.
À medida que eles vão interagindo com seus conteúdos, você começa a perceber se o interesse em seus produtos ou serviços está crescendo, e eles vão avançando pelo funil. Quando o visitante chega à última etapa do funil, acontece a venda. É neste momento que o lead se transforma em cliente.

7. Taxa de Conversão
O percentual de pessoas que passa pelas etapas do funil de vendas é chamado de taxa de conversão. Por meio da análise dessa taxa, é possível verificar quantos visitantes se tornam leads e quantos leads se transformam em clientes.
A taxa de conversão permite avaliar se sua estratégia de marketing digital está dando o resultado esperado ou se é necessário corrigi-la.

8. Inbound Marketing
O Inbound Marketing engloba um conjunto de técnicas e estratégias que tem como objetivo construir um relacionamento com o público. É claro que o propósito do Inbound Marketing é vender, mas não de forma forçada, usando aquelas propagandas cansativas e repetitivas que acabam afastando em vez de atrair clientes.
Neil Patel define esta estratégia de marketing digital da seguinte forma:  “Inbound Marketing é uma estratégia de criação de conteúdo relevante e de qualidade que vai atrair o seu público-alvo para o seu site. Em vez de visar ‘cold calling’ e ‘door to door’, o Inbound é a estratégia que traz os melhores resultados, melhor retorno do investimento e leads mais qualificados”.

9. Outbound Marketing
Ao contrário do Inbound, o Outbound Marketing é uma estratégia de marketing que visa conquistar clientes de maneira ativa com o uso de propagandas incisivas como pop-ups e anúncios em sites. O perigo desse tipo de estratégia é incomodar as pessoas com tantos apelos, gerando inclusive uma imagem negativa da marca.

10. E-mail marketing
Você já reparou que quase todos os sites e blogs que você visita oferecem a opção de assinar uma lista para receber newsletter, novidades sobre produtos etc.?
É assim que as empresas e profissionais capturam informações para criar uma lista de e-mails, um dos bens mais valiosos para criar relacionamento com as pessoas.
E-mail marketing nada mais é do que a utilização do e-mail para construir relacionamento com sua audiência. Profissionais de marketing dizem que este tipo de estratégia é a principal fonte de geração de leads.

11. Persona
Persona é um personagem que representa seu cliente ideal, criado a partir de informações como comportamento, necessidades, desejos, objetivos, dores e preferências do seu público. A persona permite que você direcione suas ações de forma mais assertiva e personalizada, aumentando assim suas chances de obter bons resultados.

12. Call to action
Também chamada de CTA, esta expressão significa “chamada a uma ação”. São frases ou links que convidam as pessoas a fazerem alguma coisa, como: assinar uma lista de e-mail, compartilhar um conteúdo, deixar um comentário, fazer uma inscrição, comprar um produto etc.
Normalmente são botões personalizados e atrativos que conduzem os usuários a darem o próximo passo. Por exemplo, se você abre um link de um curso para obter mais informações sobre ele, certamente ao final, vai encontrar um botão do tipo “Inscreva-se agora”.
Esta é uma importante estratégia usada para melhorar a conversão do seu blog ou site, pois permite que as pessoas interajam com seus conteúdos. Exemplo: Como não temos segredos com nossos leitores e leitoras, vamos terminar nosso artigo com uma CTA, mas a gente jura que quer saber mesmo o que vocês pensam sobre o assunto.

Vocês gostariam de saber o significado de algum outro termo ou conceito de marketing digital? Perguntem, comentem!

Por: Larissa Poma

Você tem lido nossos artigos, mas ainda tropeça em conceitos e palavras como lead, persona, marketing de conteúdo e muitos outros?

São tantos termos que fica fácil confundir inbound com outbound, marketing digital com marketing de conteúdo, e por aí vai. Mas como estamos aqui para facilitar e não para complicar, resolvemos listar 12 termos de marketing digital que você precisa conhecer para devorar nossas publicações e implementar estratégias que tragam resultados para o seu negócio.

Mesmo que pareça um pouco óbvio, vamos começar explicando o que é marketing digital.

1. Marketing Digital
Se o marketing é um conjunto de estratégias pensadas para adicionar valor a um produto ou marca com o objetivo de gerar resultados para empresas, marcas e pessoas, o marketing digital é tudo isso aplicado ao ambiente on-line.
Considerando que grande parte da população se relaciona com pessoas, marcas, produtos e serviços por meio da Internet, não demorou para que o marketing digital se tornasse popular.
Ao contrário do marketing tradicional, as estratégias de marketing digital podem ser empregadas por todos os tipos de empresas e profissionais, visto que sua implementação não depende de investimentos muito elevados.
Este é um caminho sem volta: o marketing digital veio para ficar e hoje faz parte do dia a dia de pequenas, médias e grandes empresas de todos os segmentos.

2. Marketing de Conteúdo
Marketing de conteúdo é uma das mais importantes estratégias de marketing digital. Baseia-se na construção de um relacionamento sólido com o público e, por isso, exige disciplina, organização e dedicação.
Uma das formas de estabelecer esse tipo de relacionamento é fornecendo conteúdo útil e relevante para sua audiência. É o que buscamos fazer com nosso blog: levar informações que ajudem nosso público a conseguir melhores resultados para os seus negócios.
Esta estratégia tem sido muito usada para atrair visitantes, mostrar autoridade sobre determinado assunto e fazer com que seu blog ou site seja sempre procurado como referência em sua área de atuação.

3. SEO – Search Engine Optimization
Em bom português, SEO é a otimização para mecanismos de buscas e pode ser entendido como um conjunto de práticas e técnicas que tem como objetivo melhorar o posicionamento de um site em buscadores como o Google.
Como a maior parte das pessoas que fazem buscas no Google clicam apenas nos resultados exibidos na primeira página, é fundamental usar estratégias de SEO já na elaboração do seu site. Em outras palavras, você deve “convencer” o Google que seu portal merece aparecer na primeira página de resultados de pesquisa. Afinal, esta é a fonte de tráfego mais frequente para qualquer site.

4. Tráfego Orgânico
Ao utilizar corretamente as técnicas de SEO, você aumenta as chances de conseguir mais visitantes para o seu site. O tráfego orgânico é o fluxo de pessoas que são direcionadas à sua página através de uma busca no Google.
Este tipo de tráfego é chamado de orgânico porque os visitantes chegam ao seu site sem que você precise pagar por isso. Além das pesquisas no Google, também se considera tráfego orgânico quando alguém é direcionado à sua página ao clicar em um link compartilhado por um amigo nas redes sociais.

5. Lead
Entre os inúmeros visitantes do seu site, os mais importantes são os leads: pessoas que demonstram interesse por seus produtos ou serviços, fornecendo informações valiosas como nome, telefone e e-mail. Resumindo: leads são potenciais clientes que devem ser trabalhados com muita dedicação.
É para eles que você vai produzir conteúdo de qualidade, enviar e-mails marketing, entre outras ações que visem construir um relacionamento capaz de gerar bons negócios.

6. Funil de vendas
O funil de vendas é uma técnica usada para saber quais etapas ainda devem ser percorridas até que um lead se transforme em cliente. Na boca do funil, estão todos os visitantes do seu site, atraídos por meio de buscas no Google, campanhas, vídeos, compartilhamentos de links etc.
À medida que eles vão interagindo com seus conteúdos, você começa a perceber se o interesse em seus produtos ou serviços está crescendo, e eles vão avançando pelo funil. Quando o visitante chega à última etapa do funil, acontece a venda. É neste momento que o lead se transforma em cliente.

7. Taxa de Conversão
O percentual de pessoas que passa pelas etapas do funil de vendas é chamado de taxa de conversão. Por meio da análise dessa taxa, é possível verificar quantos visitantes se tornam leads e quantos leads se transformam em clientes.
A taxa de conversão permite avaliar se sua estratégia de marketing digital está dando o resultado esperado ou se é necessário corrigi-la.

8. Inbound Marketing
O Inbound Marketing engloba um conjunto de técnicas e estratégias que tem como objetivo construir um relacionamento com o público. É claro que o propósito do Inbound Marketing é vender, mas não de forma forçada, usando aquelas propagandas cansativas e repetitivas que acabam afastando em vez de atrair clientes.
Neil Patel define esta estratégia de marketing digital da seguinte forma:  “Inbound Marketing é uma estratégia de criação de conteúdo relevante e de qualidade que vai atrair o seu público-alvo para o seu site. Em vez de visar ‘cold calling’ e ‘door to door’, o Inbound é a estratégia que traz os melhores resultados, melhor retorno do investimento e leads mais qualificados”.

9. Outbound Marketing
Ao contrário do Inbound, o Outbound Marketing é uma estratégia de marketing que visa conquistar clientes de maneira ativa com o uso de propagandas incisivas como pop-ups e anúncios em sites. O perigo desse tipo de estratégia é incomodar as pessoas com tantos apelos, gerando inclusive uma imagem negativa da marca.

10. E-mail marketing
Você já reparou que quase todos os sites e blogs que você visita oferecem a opção de assinar uma lista para receber newsletter, novidades sobre produtos etc.?
É assim que as empresas e profissionais capturam informações para criar uma lista de e-mails, um dos bens mais valiosos para criar relacionamento com as pessoas.
E-mail marketing nada mais é do que a utilização do e-mail para construir relacionamento com sua audiência. Profissionais de marketing dizem que este tipo de estratégia é a principal fonte de geração de leads.

11. Persona
Persona é um personagem que representa seu cliente ideal, criado a partir de informações como comportamento, necessidades, desejos, objetivos, dores e preferências do seu público. A persona permite que você direcione suas ações de forma mais assertiva e personalizada, aumentando assim suas chances de obter bons resultados.

12. Call to action
Também chamada de CTA, esta expressão significa “chamada a uma ação”. São frases ou links que convidam as pessoas a fazerem alguma coisa, como: assinar uma lista de e-mail, compartilhar um conteúdo, deixar um comentário, fazer uma inscrição, comprar um produto etc.
Normalmente são botões personalizados e atrativos que conduzem os usuários a darem o próximo passo. Por exemplo, se você abre um link de um curso para obter mais informações sobre ele, certamente ao final, vai encontrar um botão do tipo “Inscreva-se agora”.
Esta é uma importante estratégia usada para melhorar a conversão do seu blog ou site, pois permite que as pessoas interajam com seus conteúdos. Exemplo: Como não temos segredos com nossos leitores e leitoras, vamos terminar nosso artigo com uma CTA, mas a gente jura que quer saber mesmo o que vocês pensam sobre o assunto.

Vocês gostariam de saber o significado de algum outro termo ou conceito de marketing digital? Perguntem, comentem!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *