Por que é importante conhecer a estratégia de conteúdo dos seus concorrentes?

Por que é importante conhecer a estratégia de conteúdo dos seus concorrentes?

Por: Larissa Poma

Analisar o conteúdo produzido pela concorrência ajuda a entender os pontos fortes e fracos, e as lacunas em que você pode atuar para incrementar sua estratégia de marketing digital e gerar resultados positivos para o seu negócio.

Quando o assunto é marketing de conteúdo, você não pode deixar de analisar o que seus concorrentes andam fazendo no meio digital.A análise da concorrência é uma estratégia de marketing digital tão importante quanto a produção de conteúdo propriamente dita.

Analisar o conteúdo dos seus principais concorrentes ajuda você a identificar eventuais lacunas deixadas por eles e criar possibilidades que gerem importantes resultados para o seu negócio. Antes de falarmos sobre quais pontos você deve levar em conta na hora de estudar a concorrência, é fundamental responder a esta pergunta: você sabe quem são seus concorrentes?

1. Identifique seus principais concorrentes
Um erro muito comum é achar que as empresas ou os profissionais que vendem os mesmos produtos ou oferecem serviços iguais são concorrentes. Em marketing de conteúdo, concorrente é quem cria o mesmo tipo de conteúdo para o mesmo público-alvo.
Portanto, analisar a concorrência para criar sua estratégia de conteúdo significa dizer que você vai verificar de onde vêm os conteúdos que seus potenciais clientes estão consumindo e identificar de que forma você pode se diferenciar dos seus concorrentes.

2. Analise a estratégia de conteúdo
Depois de identificar seus concorrentes, verifique quais são as estratégias que eles estão utilizando para atingir a audiência que você também deseja alcançar. Provavelmente, o conteúdo criado por eles é baseado em um leque de temas em que eles se destacam, ou seja, procuram falar de assuntos pelos quais são conhecidos no mercado.

3. Encontre lacunas e pontos fracos
Como ninguém é perfeito, é bem provável que você encontre alguns pontos fracos nos conteúdos dos seus concorrentes.
Pode ser que eles não estejam abordando todos os assuntos de interesse da audiência ou talvez não estejam fazendo isso de forma satisfatória.

4. Verifique em que canais eles atuam
Também é possível encontrar lacunas e oportunidades analisando em que canais seus concorrentes atuam, quais formatos não são explorados por eles, entre outros. Pode ser que você descubra que seu principal concorrente tem um blog muito bem posicionado, mas ainda não tem um canal no YouTube. Nesse caso, em vez de turbinar seu blog para concorrer com ele, você pode apostar num canal.

Da mesma forma, se houver vários concorrentes publicando vídeos no Facebook, você pode investir em textos. Afinal, as pessoas são diferentes e vale a pena ficar atento ao comportamento do seu público para identificar suas preferências. Isso não quer dizer que você não pode melhorar seu blog nem optar por vídeos no Facebook, mas talvez seja mais interessante investir no que seu concorrente ainda não fez e sair na frente dele de alguma forma.

5. Analise a estratégia de SEO
Outra maneira de analisar seus concorrentes, é verificar quais palavras-chave estão garantindo um bom ranqueamento para eles.
Você pode comprar a briga e usar as mesmas, ou focar aquelas que eles estão ignorando e que tenham a ver com o conteúdo que deseja criar, conquistando um bom posicionamento com elas.

6. Descubra que tipo de conteúdo eles produzem
Descobrindo se seus concorrentes produzem e-books, infográficos, vídeos, webinários etc., você consegue identificar a estratégia de conteúdo adotada por eles e usar essa informação para definir seu plano de marketing. Nesse caso, é importante analisar a interação da audiência com cada conteúdo e verificar quais canais dão mais retorno.

7. Observe a quantidade de conteúdos e a periodicidade das postagens
Siga seus concorrentes nas redes sociais e fique de olho na quantidade de conteúdo que eles publicam e com que frequência o fazem. Cadastre-se para receber newsletters e ficar por dentro das novidades do blog, se houver. Essas informações vão ajudar você a compor a estratégia de conteúdo dos seus concorrentes.

8. Verifique os principais temas abordados
Além de analisar os formatos, é importante saber quais são os principais temas escolhidos para a produção dos conteúdos de seus concorrentes. Com isso, você pode detectar tópicos pouco explorados para incorporar na sua pauta, aprofundar temas tratados superficialmente ou usar uma forma diferente para tratar dos mesmos assuntos.

Agora que já conheço a estratégia de conteúdo dos meus concorrentes, o que eu devo fazer?

Conhecer a estratégia de conteúdo da concorrência é apenas um dos pontos que você deve observar para a construção da sua própria estratégia de marketing de conteúdo.  Seu plano de marketing digital deve levar em conta as características do seu negócio, o público que deseja atingir e em quais canais você deseja estar presente.

As informações obtidas com a análise da estratégia dos seus concorrentes podem direcionar determinadas ações, mas não devem ser as únicas a nortear suas decisões estratégicas. Com base nos dados coletados em sua pesquisa, é possível fazer uma lista com seus principais concorrentes, pontos fracos e fortes, e palavras-chave bem ranqueadas.

A partir disso, você pode incluir, em sua estratégia, as lacunas que devem ser exploradas com a criação de conteúdos.
Os pontos fortes não devem ser ignorados, mas avalie com cuidado se vale a pena entrar na disputa por palavras-chave e conteúdos pelos quais seus concorrentes são conhecidos e ranqueados.

O ideal é você descobrir que os conteúdos produzidos pelos seus concorrentes são excelentes, as pessoas curtem, mas os seus produtos e serviços são melhores do que os deles.  Nesse caso, você pode ficar de olho nas lacunas deixadas por eles, identificar pontos fortes e competir pelas palavras-chave, analisar o comportamento da audiência e, aos poucos, conquistar seu lugar ao sol.

BÔNUS: Conheça 2 ferramentas gratuitas para analisar o conteúdo da concorrência
Listamos abaixo as duas principais ferramentas gratuitas utilizadas para analisar a estratégia de conteúdo de seus concorrentes. Confira!

1. SEMRush
De acordo com o Search Awards 2017, esta é a melhor ferramenta de SEO na Europa, Estados Unidos e Reino Unido. É muito utilizada não somente para escolha de palavras-chave, mas também para analisar a concorrência.
Com ela, você consegue analisar o posicionamento de suas palavras-chave nas pesquisas orgânicas, verificar as estratégias de publicidade mais utilizadas pelos seus concorrentes, entre outras funcionalidades interessantes.
Na versão gratuita, há limites de consulta, mas ainda assim é possível explorar aspectos importantes para produção de conteúdo e análise da concorrência.

2. Google Keyword Planner
Com este planejador de palavras-chave, você encontra as palavras-chave mais indicadas para seus conteúdos ficarem bem posicionados no ranqueamento do Google.
Os dados dos concorrentes não ficam explícitos no Keyword Planner, mas ao verificar as palavras-chave mais utilizadas, você consegue ter uma visão geral sobre os temas com maior destaque no meio digital e deduzir quais estão sendo mais explorados pela concorrência.

Você também acha importante analisar a estratégia de conteúdo dos concorrentes?
Queremos saber sua opinião!

Por: Larissa Poma

Analisar o conteúdo produzido pela concorrência ajuda a entender os pontos fortes e fracos, e as lacunas em que você pode atuar para incrementar sua estratégia de marketing digital e gerar resultados positivos para o seu negócio.

Quando o assunto é marketing de conteúdo, você não pode deixar de analisar o que seus concorrentes andam fazendo no meio digital.A análise da concorrência é uma estratégia de marketing digital tão importante quanto a produção de conteúdo propriamente dita.

Analisar o conteúdo dos seus principais concorrentes ajuda você a identificar eventuais lacunas deixadas por eles e criar possibilidades que gerem importantes resultados para o seu negócio. Antes de falarmos sobre quais pontos você deve levar em conta na hora de estudar a concorrência, é fundamental responder a esta pergunta: você sabe quem são seus concorrentes?

1. Identifique seus principais concorrentes
Um erro muito comum é achar que as empresas ou os profissionais que vendem os mesmos produtos ou oferecem serviços iguais são concorrentes. Em marketing de conteúdo, concorrente é quem cria o mesmo tipo de conteúdo para o mesmo público-alvo.
Portanto, analisar a concorrência para criar sua estratégia de conteúdo significa dizer que você vai verificar de onde vêm os conteúdos que seus potenciais clientes estão consumindo e identificar de que forma você pode se diferenciar dos seus concorrentes.

2. Analise a estratégia de conteúdo
Depois de identificar seus concorrentes, verifique quais são as estratégias que eles estão utilizando para atingir a audiência que você também deseja alcançar. Provavelmente, o conteúdo criado por eles é baseado em um leque de temas em que eles se destacam, ou seja, procuram falar de assuntos pelos quais são conhecidos no mercado.

3. Encontre lacunas e pontos fracos
Como ninguém é perfeito, é bem provável que você encontre alguns pontos fracos nos conteúdos dos seus concorrentes.
Pode ser que eles não estejam abordando todos os assuntos de interesse da audiência ou talvez não estejam fazendo isso de forma satisfatória.

4. Verifique em que canais eles atuam
Também é possível encontrar lacunas e oportunidades analisando em que canais seus concorrentes atuam, quais formatos não são explorados por eles, entre outros. Pode ser que você descubra que seu principal concorrente tem um blog muito bem posicionado, mas ainda não tem um canal no YouTube. Nesse caso, em vez de turbinar seu blog para concorrer com ele, você pode apostar num canal.

Da mesma forma, se houver vários concorrentes publicando vídeos no Facebook, você pode investir em textos. Afinal, as pessoas são diferentes e vale a pena ficar atento ao comportamento do seu público para identificar suas preferências. Isso não quer dizer que você não pode melhorar seu blog nem optar por vídeos no Facebook, mas talvez seja mais interessante investir no que seu concorrente ainda não fez e sair na frente dele de alguma forma.

5. Analise a estratégia de SEO
Outra maneira de analisar seus concorrentes, é verificar quais palavras-chave estão garantindo um bom ranqueamento para eles.
Você pode comprar a briga e usar as mesmas, ou focar aquelas que eles estão ignorando e que tenham a ver com o conteúdo que deseja criar, conquistando um bom posicionamento com elas.

6. Descubra que tipo de conteúdo eles produzem
Descobrindo se seus concorrentes produzem e-books, infográficos, vídeos, webinários etc., você consegue identificar a estratégia de conteúdo adotada por eles e usar essa informação para definir seu plano de marketing. Nesse caso, é importante analisar a interação da audiência com cada conteúdo e verificar quais canais dão mais retorno.

7. Observe a quantidade de conteúdos e a periodicidade das postagens
Siga seus concorrentes nas redes sociais e fique de olho na quantidade de conteúdo que eles publicam e com que frequência o fazem. Cadastre-se para receber newsletters e ficar por dentro das novidades do blog, se houver. Essas informações vão ajudar você a compor a estratégia de conteúdo dos seus concorrentes.

8. Verifique os principais temas abordados
Além de analisar os formatos, é importante saber quais são os principais temas escolhidos para a produção dos conteúdos de seus concorrentes. Com isso, você pode detectar tópicos pouco explorados para incorporar na sua pauta, aprofundar temas tratados superficialmente ou usar uma forma diferente para tratar dos mesmos assuntos.

Agora que já conheço a estratégia de conteúdo dos meus concorrentes, o que eu devo fazer?

Conhecer a estratégia de conteúdo da concorrência é apenas um dos pontos que você deve observar para a construção da sua própria estratégia de marketing de conteúdo.  Seu plano de marketing digital deve levar em conta as características do seu negócio, o público que deseja atingir e em quais canais você deseja estar presente.

As informações obtidas com a análise da estratégia dos seus concorrentes podem direcionar determinadas ações, mas não devem ser as únicas a nortear suas decisões estratégicas. Com base nos dados coletados em sua pesquisa, é possível fazer uma lista com seus principais concorrentes, pontos fracos e fortes, e palavras-chave bem ranqueadas.

A partir disso, você pode incluir, em sua estratégia, as lacunas que devem ser exploradas com a criação de conteúdos.
Os pontos fortes não devem ser ignorados, mas avalie com cuidado se vale a pena entrar na disputa por palavras-chave e conteúdos pelos quais seus concorrentes são conhecidos e ranqueados.

O ideal é você descobrir que os conteúdos produzidos pelos seus concorrentes são excelentes, as pessoas curtem, mas os seus produtos e serviços são melhores do que os deles.  Nesse caso, você pode ficar de olho nas lacunas deixadas por eles, identificar pontos fortes e competir pelas palavras-chave, analisar o comportamento da audiência e, aos poucos, conquistar seu lugar ao sol.

BÔNUS: Conheça 2 ferramentas gratuitas para analisar o conteúdo da concorrência
Listamos abaixo as duas principais ferramentas gratuitas utilizadas para analisar a estratégia de conteúdo de seus concorrentes. Confira!

1. SEMRush
De acordo com o Search Awards 2017, esta é a melhor ferramenta de SEO na Europa, Estados Unidos e Reino Unido. É muito utilizada não somente para escolha de palavras-chave, mas também para analisar a concorrência.
Com ela, você consegue analisar o posicionamento de suas palavras-chave nas pesquisas orgânicas, verificar as estratégias de publicidade mais utilizadas pelos seus concorrentes, entre outras funcionalidades interessantes.
Na versão gratuita, há limites de consulta, mas ainda assim é possível explorar aspectos importantes para produção de conteúdo e análise da concorrência.

2. Google Keyword Planner
Com este planejador de palavras-chave, você encontra as palavras-chave mais indicadas para seus conteúdos ficarem bem posicionados no ranqueamento do Google.
Os dados dos concorrentes não ficam explícitos no Keyword Planner, mas ao verificar as palavras-chave mais utilizadas, você consegue ter uma visão geral sobre os temas com maior destaque no meio digital e deduzir quais estão sendo mais explorados pela concorrência.

Você também acha importante analisar a estratégia de conteúdo dos concorrentes?
Queremos saber sua opinião!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *