Com que roupa eu vou? Saiba como transmitir a imagem certa em todas as ocasiões

Com que roupa eu vou? Saiba como transmitir a imagem certa em todas as ocasiões

Por: Priscila Avelar – Prisence Consultoria de Imagem Pessoal e Corporativa

Uma amiga me perguntou outro dia sobre qual tipo de roupa ela poderia vestir em um evento de networking e em reuniões de negócios. Você também fica em dúvida sobre como transmitir a imagem certa? Vem comigo que eu vou te contar um pouco mais sobre o que a roupa pode dizer a nosso respeito.

Gloria Kalil escreveu em seu livro Chic[érrimo] “Toda roupa quer dizer alguma coisa. É uma escolha individual que mostra como você quer ser visto e avaliado.”

Ao escolher a roupa e os acessórios quando levantamos pela manhã (ou na noite anterior) consideramos o que faremos naquele dia, se ficaremos o dia todo no trabalho, se teremos uma reunião importante e se iremos também a um happy hour à noite. Com esta agenda definimos a roupa, o sapato, a bolsa, o brinco, o colar, se levamos ou não um guarda chuva e até mesmo um casaquinho caso esfrie. E olha que em algumas épocas do ano isso acontece muito, temos todas as temperaturas ao longo do dia até a noite e ainda pode ter uma chuvinha a qualquer momento. Haja criatividade pra se vestir!

Estamos acostumadas com estas escolhas que nos ajudam na praticidade do dia a dia, porém, como pensamos em algo mais “estratégico” para demonstrar a imagem que desejamos transmitir?

Primeiro, se você é empreendedora, pense sobre seu negócio, seu produto ou serviço e, se você é funcionária, pense sobre a imagem que a empresa que você trabalha quer transmitir. É formal ou informal? Qual é a visão, a missão, os valores da empresa? Como são seus clientes, seus fornecedores, seus parceiros, seus colegas de trabalho e superiores?

Ao responder essas perguntas, você acredita que sua apresentação pessoal representa com coerência a imagem que a empresa deseja transmitir?

Em meu caso, por exemplo, sendo consultora de imagem pessoal, devo ter um imenso cuidado com minha apresentação, pois ela irá transmitir minha imagem enquanto profissional e a seriedade de minha empresa. Tenho clientes formais e informais, então, de acordo com o perfil, escolho a roupa e os acessórios que irei usar para conhecê-los e para atendê-los.

Quando um cliente é mais sério, costumo usar roupas mais sóbrias e discretas, enquanto para um cliente mais despojado, mantenho a formalidade, no entanto, com alguns toques em cores e acessórios mais criativos. Para nem ser tão séria que ele possa não se identificar e se interessar pelo trabalho e, nem totalmente informal, pois a minha empresa é mais focada no ambiente de trabalho e a seriedade é fundamental.

Então, deixo pra vocês algumas dicas sobre a informação que as roupas e os acessórios transmitem:

Cores neutras e sóbrias (branco, bege, preto, azul marinho, cinza, marrom) sugerem uma apresentação mais formal, especialmente, em um look monocromático (calça, terno, sapato tudo em preto, por exemplo);

– Acessórios pequenos e clássicos (brinco, pulseira, colar, relógio) também deixam o look mais formal e discreto;

Cores e estampas conferem uma imagem mais casual, deixando a apresentação mais leve e criativa;

– Decotes profundos e roupas muito curtas são sensuais, sendo mais adequadas para ambientes informais como festas, barzinhos, baladas;

– Sapatilhas são mais casuais, prefira sapatos com salto, mesmo que baixo, se a ocasião tiver formalidade;

– Rendas, bolinhas, florzinhas e cor de rosa, remetem a um estilo mais romântico;

– O sapato e a bolsa em ótimas condições e boa qualidade completam o look com elegância;

– Uma maquiagem leve é fundamental;

– Usar acessórios (brincos, pulseira, relógio…) demonstram a preocupação com detalhes.

E para você escolher a roupa e os acessórios a serem usados em uma determinada ocasião, defina a imagem que você deseja transmitir, mais séria e formal ou mais descolada e criativa. E pode ainda misturar os dois estilos, uma roupa formal com acessórios coloridos ou formatos mais modernos. A ótima opção: jeans, blazer e salto são mais casuais, porém, de acordo com as cores e modelagens, também conferem seriedade ao look.

São muitas possibilidades e escolhas e é fundamental que você esteja feliz, confortável e confiante com a roupa que vai vestir, pois sua imagem deve seguir seu estilo, com pequenas adaptações, apenas se necessário.

“Nossa imagem precisa funcionar, precisa estar adequada. Roupas, acessórios, postura, maquiagem: ajudam muito. Você mostra o cuidado e o respeito que teve com o outro e que, naturalmente, tem com você mesma. É um primeiro passo para as coisas darem certo.” Constanza Pascolato.

Espero que tenha gostado do artigo, me conte o que achou. Você tem algum exemplo de situação onde sua roupa teve impacto (positivo ou negativo) em uma ocasião profissional?

Por: Priscila Avelar – Prisence Consultoria de Imagem Pessoal e Corporativa

Uma amiga me perguntou outro dia sobre qual tipo de roupa ela poderia vestir em um evento de networking e em reuniões de negócios. Você também fica em dúvida sobre como transmitir a imagem certa? Vem comigo que eu vou te contar um pouco mais sobre o que a roupa pode dizer a nosso respeito.

Gloria Kalil escreveu em seu livro Chic[érrimo] “Toda roupa quer dizer alguma coisa. É uma escolha individual que mostra como você quer ser visto e avaliado.”

Ao escolher a roupa e os acessórios quando levantamos pela manhã (ou na noite anterior) consideramos o que faremos naquele dia, se ficaremos o dia todo no trabalho, se teremos uma reunião importante e se iremos também a um happy hour à noite. Com esta agenda definimos a roupa, o sapato, a bolsa, o brinco, o colar, se levamos ou não um guarda chuva e até mesmo um casaquinho caso esfrie. E olha que em algumas épocas do ano isso acontece muito, temos todas as temperaturas ao longo do dia até a noite e ainda pode ter uma chuvinha a qualquer momento. Haja criatividade pra se vestir!

Estamos acostumadas com estas escolhas que nos ajudam na praticidade do dia a dia, porém, como pensamos em algo mais “estratégico” para demonstrar a imagem que desejamos transmitir?

Primeiro, se você é empreendedora, pense sobre seu negócio, seu produto ou serviço e, se você é funcionária, pense sobre a imagem que a empresa que você trabalha quer transmitir. É formal ou informal? Qual é a visão, a missão, os valores da empresa? Como são seus clientes, seus fornecedores, seus parceiros, seus colegas de trabalho e superiores?

Ao responder essas perguntas, você acredita que sua apresentação pessoal representa com coerência a imagem que a empresa deseja transmitir?

Em meu caso, por exemplo, sendo consultora de imagem pessoal, devo ter um imenso cuidado com minha apresentação, pois ela irá transmitir minha imagem enquanto profissional e a seriedade de minha empresa. Tenho clientes formais e informais, então, de acordo com o perfil, escolho a roupa e os acessórios que irei usar para conhecê-los e para atendê-los.

Quando um cliente é mais sério, costumo usar roupas mais sóbrias e discretas, enquanto para um cliente mais despojado, mantenho a formalidade, no entanto, com alguns toques em cores e acessórios mais criativos. Para nem ser tão séria que ele possa não se identificar e se interessar pelo trabalho e, nem totalmente informal, pois a minha empresa é mais focada no ambiente de trabalho e a seriedade é fundamental.

Então, deixo pra vocês algumas dicas sobre a informação que as roupas e os acessórios transmitem:

Cores neutras e sóbrias (branco, bege, preto, azul marinho, cinza, marrom) sugerem uma apresentação mais formal, especialmente, em um look monocromático (calça, terno, sapato tudo em preto, por exemplo);

– Acessórios pequenos e clássicos (brinco, pulseira, colar, relógio) também deixam o look mais formal e discreto;

Cores e estampas conferem uma imagem mais casual, deixando a apresentação mais leve e criativa;

– Decotes profundos e roupas muito curtas são sensuais, sendo mais adequadas para ambientes informais como festas, barzinhos, baladas;

– Sapatilhas são mais casuais, prefira sapatos com salto, mesmo que baixo, se a ocasião tiver formalidade;

– Rendas, bolinhas, florzinhas e cor de rosa, remetem a um estilo mais romântico;

– O sapato e a bolsa em ótimas condições e boa qualidade completam o look com elegância;

– Uma maquiagem leve é fundamental;

– Usar acessórios (brincos, pulseira, relógio…) demonstram a preocupação com detalhes.

E para você escolher a roupa e os acessórios a serem usados em uma determinada ocasião, defina a imagem que você deseja transmitir, mais séria e formal ou mais descolada e criativa. E pode ainda misturar os dois estilos, uma roupa formal com acessórios coloridos ou formatos mais modernos. A ótima opção: jeans, blazer e salto são mais casuais, porém, de acordo com as cores e modelagens, também conferem seriedade ao look.

São muitas possibilidades e escolhas e é fundamental que você esteja feliz, confortável e confiante com a roupa que vai vestir, pois sua imagem deve seguir seu estilo, com pequenas adaptações, apenas se necessário.

“Nossa imagem precisa funcionar, precisa estar adequada. Roupas, acessórios, postura, maquiagem: ajudam muito. Você mostra o cuidado e o respeito que teve com o outro e que, naturalmente, tem com você mesma. É um primeiro passo para as coisas darem certo.” Constanza Pascolato.

Espero que tenha gostado do artigo, me conte o que achou. Você tem algum exemplo de situação onde sua roupa teve impacto (positivo ou negativo) em uma ocasião profissional?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *