Muito mais do que venda: saiba a importância de investir em marketing

Muito mais do que venda: saiba a importância de investir em marketing

A concorrência é cada vez maior e o público não quer apenas comprar, mas se relacionar com a marca. Entenda neste artigo a importância de investir em marketing e porquê a venda não deve ser o foco dele

Em tempos de crise, o departamento comercial das empresas têm como grande preocupação: “como vender meus produtos e serviços e atingir o meu público”? Nesse caminho, cometem um erro grave: atribuem ao marketing essa responsabilidade.
Hoje, para o sucesso de um negócio, é preciso entender que importância de investir em marketing não tem como objetivo final a venda, que deve ser encarada como uma consequência.

Isso deve ser salientado para que seja derrubada de uma vez a ideia de que o marketing traz resultados milagrosos da noite para o dia. Trata-se de um investimento que visa fortalecer um relacionamento entre empresa e consumidor, em uma via de mão dupla vantajosa a ambos.

E mais do que “quanto investir?”, neste artigo buscamos explicar o porquê da importância de investir em marketing.

Talvez a resposta mais direta para essa pergunta seja: porque vivemos em um mundo capitalista e competitivo. Por isso é errado acreditar que o marketing resume-se a fazer propaganda e vender. Ele engloba todo um estudo do mercado e do comportamento das pessoas que estão nele.

Ao marketing, cabe levar ao público a mensagem da empresa, suas intenções, objetivos e os diferenciais daquilo que ela oferece. Mais: é papel dele conquistar, pouco a pouco, a confiança dos clientes (ou potenciais clientes).

Se antigamente vender algo era mais fácil, hoje, além da imensa concorrência vista em todas as áreas, o público também se comporta de forma diferente. Além de mais antenado e com mais ferramentas de pesquisa, ele está mais exigente e individual. Dessa forma, não dá para traçar uma estratégia para sua empresa baseada apenas em achismos.

Marketing digital
Nesse cenário, o marketing digital mostra-se, ano a ano, a ferramenta mais eficaz para entregar ao consumidor as informações que este procura sobre uma marca, produto ou serviço.

De acordo com a Pesquisa IAB Brasil Digital Adspend 2018, o investimento em marketing digital no país foi 25% superior em 2017 em relação ao ano anterior. E segundo projeção realizada pela IAB e ComScore, este investimento aumentará, em média, 12% ao ano até 2021.

Mais do que ofertar um bom produto – e a qualidade dele deve estar acima de tudo, demonstrar sua autoridade e conhecimento no assunto referente a ele é imprescindível para estreitar laços com as pessoas. E para isso, o marketing digital ainda é a ferramenta mais eficaz.

Frequentemente falamos aqui de como um bom conteúdo agrega valor a uma marca. Mais do que isso, ajuda a torná-la uma referência em seu segmento.

Por exemplo: suponhamos que você tenha uma empresa que venda marmitas fit, feitas com ingredientes frescos, qualidade reconhecida e um bom preço. Entretanto, em uma busca rápida no Google, é possível ver uma infinidade de concorrentes que oferecem o mesmo.

Mas digamos que juntamente com seu serviço de vendas, você tenha um blog onde detalhe, por meio de posts ou vídeos explicativos, o tipo ideal de cardápio para pessoas que fazem treinos de musculação ou sejam vegetarianas.

Isso já terá um impacto diferente sobre esses dois públicos específicos. Sua experiência e expertise demonstram que você não se interessa apenas em vender um produto, mas se importa com quem tem a intenção de comprá-lo, abrindo brecha, inclusive, para que tire dúvidas e decida se deve mesmo adquiri-lo ou optar por outro, mais adequado.

Dessa forma, a produção de conteúdo tem ganhado espaço também nas tarefas de prospecção de clientes – 97% dos consumidores busca informações online antes de fazer uma compra em loja física, segundo levantamento da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e o Serviço de Proteção ao Crédito – se destacando por tornar a interação com eles menos invasiva.

E você, qual sua opinião sobre a importância de investir em marketing? E o marketing digital, faz parte da rotina dela de que forma? Conta pra gente aí nos comentários. 😉