Redes sociais: saiba como aproveitar o máximo de cada uma delas no seu negócio

Redes sociais: saiba como aproveitar o máximo de cada uma delas no seu negócio

São muitas as redes sociais disponíveis hoje. Mas como usá-las corretamente no seu negócio? Mais: vale a pena estar em todas elas? Preparamos um artigo te ajudando a explorar ao máximo cada uma delas!

Não é segredo para ninguém: o sucesso de uma empresa hoje está, em boa parte, ligado à participação desta nas redes sociais. Por isso, é comum, quando falamos sobre nossa consultoria em marketing digital para pequenas empresas, usarmos aquela máxima “quem não é visto não é lembrado”.

Tem outra: o perfil do consumidor mudou e, mais do que simplesmente comprar seu produto, os clientes procuram se relacionar com a marca por meio de postagens – seja para elogiar, tirar dúvidas, criticar e, claro, ajudar na promoção de um produto de forma espontânea. Essa é a essência do marketing digital.

Mas antes de sair criando perfis em todas as redes sociais e disparar conteúdos a esmo, você precisa ter alguns conhecimentos bem definidos sobre o seu negócio: quais são seus objetivos em relação a ele nas redes (atrair clientes novos, fidelizar os antigos, divulgar a marca, criar engajamento, se reposicionar no mercado) e quem é seu público-alvo.

Por que dizemos isso? Por exemplo: aqui na Recriativi, agência de marketing digital da zona norte de São Paulo, optamos por focar nossa atenção no Facebook, Instagram e Linkedin, que são as mais alinhadas ao perfil da empresa – e pelo trabalho desenvolvido por ela – e dos clientes que a procuram. Já o Twitter, por exemplo, não é uma rede que se encaixa nessas características, por isso não faz sentido a criação de conteúdo para ele.

Já a frequência de postagens é uma dica importante para o marketing digital para pequenas empresas: não adianta você criar um perfil e fazer apenas postagens esporádicas. É preciso determinar uma frequência semanal de posts, sempre investindo na criação de conteúdo interessante para as pessoas que seguem (e poderão seguir) seu perfil.

A seguir, separamos algumas características de cada uma das redes sociais e de como realizar a criação de conteúdo em cada uma delas:

Instagram

De acordo com uma pesquisa realizada pela FAAP, o número de seguidores de empresas no Instagram cresceu 33% em 2018. Isso é mais uma prova daquilo que dissemos lá no começo: as pessoas querem saber mais sobre as marcas, inclusive buscam informações para decidirem se dão preferência ao seu produto ou não.

Por isso, no Instagram, explore os stories, que promovem uma aproximação com o público e neles, reposte o material publicado por aqueles que estiveram no seu negócio e o marcou em seus perfis. É um gesto simpático que faz o cliente se sentir especial e ajuda na construção do relacionamento.

Também use e abuse das hashtags, que direcionam a categorização dentro da rede social, capriche nas fotos postadas na timeline (não precisa de grandes produções, mas nitidez e estética adequada é o mínimo, né?). Ah, e interaja com as pessoas por meio dos comentários.

Facebook

No Facebook, relacionamento é tudo. Crie enquetes, faça perguntas e fuja dos textões (ninguém tem paciência para eles).

É nele também que os memes do dia podem ser adaptados à sua empresa (só em casos cabíveis, tá?) para gerarem engajamento, bem como dicas úteis ao público-alvo do seu produto/serviço e vídeos curtos (de 30 segundos a 1 minuto e meio).

Outra coisa: faz parte do marketing digital para pequenas empresas compartilhar conteúdo de qualidade apontado em páginas de referência do mesmo segmento de atuação. Por isso, vale a pena compartilhar links úteis e, de novo, nada de deixar o pessoal falando sozinho. Responda os comentários e tire as dúvidas enviadas.

Linkedin

O Linkedin não é a rede social certa para parecer descolado. Apesar da criação de conteúdo não precisar seguir a linha quadradona, é bom manter uma certa formalidade.

Para garantir engajamento, publique dados sobre seu negócio – as metas alcançadas, notícias sobre expansão, mudanças importantes, características da empresa etc.

É nele também que você pode publicar vagas de emprego abertas no seu negócio e promover debates sobre novas tendências de mercado e demais fatores que refletem na sua atuação no mercado. Também é um bom espaço para reforçar como você quer se posicionar no mercado. No nosso caso, agência de marketing digital da zona norte de São Paulo.

Twitter

O Twitter é uma rede social imediatista. Sua principal função é repercutir o que acontece naquele momento.

Por ter limite de caracteres para postagens (são 280), é preciso ter uma mensagem clara e direta. E para torná-la mais atrativa, vale combiná-la com gifs, memes e uma dose de humor (marca registrada da rede).

Os trending topics, que apontam quais são os assuntos mais comentados, podem servir de norte na criação de conteúdo.

 

Esperamos ter ajudado a tirar algumas dúvidas com esse post. E as redes sociais da sua empresa, como estão? Se precisar de ajuda no gerenciamento delas, fale com a gente!